Dieta Alcalina Para Perder calorias Veloz E Com Saúde

02 Jul 2018 03:00
Tags

Back to list of posts

[[image https://vignette3.wikia.nocookie.net/logopedia/images/f/f7/Internet_Explorer_4_and_5_logo.png/revision/latest?cb=20170722195348"/>

<h1>Quantos Quilos Posso Perder?</h1>

<p>A press&atilde;o por ser magra desde a adolesc&ecirc;ncia influenciou Nivea Rando, hoje com quarenta e dois anos, a aderir a medicamentos e dietas extremas logo cedo. H&aacute; dois anos, uma imagem revelou uma verdade mais profunda: ela necessitava variar seus h&aacute;bitos. Sono, ang&uacute;stia, des&acirc;nimo… Se por fora me achava magra, por dentro estava um caco - e n&atilde;o percebia nem ao menos metade do defeito. 4 anos atr&aacute;s, quando o despertador tocava, n&atilde;o tinha desejo de me suspender. Deixava minha filha pela faculdade e voltava a dormir.</p>

<p>As pessoas me perguntavam se eu estava com depress&atilde;o, todavia a verdade &eacute; que eu sofria com os efeitos secund&aacute;rios dos medicamentos de redu&ccedil;&atilde;o de calorias que tomava desde os 16 anos. Mesmo com a aus&ecirc;ncia de energia, foi a insatisfa&ccedil;&atilde;o com meu corpo humano que me fez buscar assist&ecirc;ncia de especialistas. Ao me acompanhar numa imagem que meu marido havia tirado na praia, n&atilde;o reconheci a barriga e o bumbum que apareciam ali. N&atilde;o dava mais para adiar essa transforma&ccedil;&atilde;o e, desta vez, ela deveria ser de modo saud&aacute;vel. S&oacute; que n&atilde;o seria nada f&aacute;cil, por fim eu a toda a hora havia recorrido a m&eacute;todos imediatistas. Pense s&oacute;: quando mo&ccedil;a, as crian&ccedil;as do bal&eacute; me perguntavam o que eu escondia por nanico do collant - fazendo refer&ecirc;ncia &agrave; minha barriga.</p>

<p>Na adolesc&ecirc;ncia, a press&atilde;o por ser magra me influenciou a obter medicamentos e a criar refei&ccedil;&otilde;es limitadas a uvas e bolachas de &aacute;gua e sal. Por causa do medicamento, minha boca secava e o amo da comida ficava diferenciado. Era como se eu perdesse o prazer de me alimentar. Quando engravidei, aos 31 anos, interrompi os comprimidos e a compuls&atilde;o voltou com tudo. Logo ap&oacute;s o parto, fui a um endocrinologista, que aconselhou mais uma vez medicamentos.</p>

<p>Aceitei por um tempo, at&eacute; que, aos 38 anos, decidi doar um basta. N&atilde;o podia mais escoltar por este passo. Portanto, procurei profissionais que me ensinassem a aderir a uma rotina sustent&aacute;vel de alimenta&ccedil;&atilde;o e exerc&iacute;cios. Pra recuperar os cinco quilos de m&uacute;sculos, comecei a fazer treino de for&ccedil;a diariamente. N&atilde;o me imaginava na academia - por&eacute;m como discursar ‘n&atilde;o’ a algo que nunca havia experimentado?</p>
<ul>

<li>Fazer uma esfolia&ccedil;&atilde;o na pele</li>

<li>Avaliar e ajustar segundo o fundamental</li>

<li>dois folhas de couve manteiga em tiras finas</li>

<li>&frac12; x&iacute;cara de ch&aacute; de aveia em flocos</li>

</ul>

<p>No come&ccedil;o, detestava e roubava no n&uacute;mero de repeti&ccedil;&otilde;es. S&oacute; que, ao notar os primeiros resultados, mudei meu jeito de agir. Demorei dois anos para dominar a massa magra de que necessitava. Hoje, como quero perder um pouco de gordura (estou com vinte e um por cento), levanto &agrave;s 5h20 da manh&atilde; pra fazer aer&oacute;bico no transport. Por fant&aacute;stico que pare&ccedil;a, ajustar a alimenta&ccedil;&atilde;o foi menos dif&iacute;cil. Fiz trocas inteligentes, como farinha de trigo por de am&ecirc;ndoa e a&ccedil;&uacute;car por xilitol.</p>

<p>Domina que, &agrave;s vezes, a gente pensa que um alimento &eacute; indispens&aacute;vel, mas, na verdade, ele nem ao menos &eacute; t&atilde;o essencial deste jeito? Achava que n&atilde;o viveria sem p&atilde;o, por&eacute;m prontamente n&atilde;o sinto falta. Toda vez que tenho uma reca&iacute;da (principalmente por bolos), respiro e relembro os motivos pelos quais comecei. Bem como invento receitas: cuscuz com farelo de aveia, bolo proteico, risoto de couve-flor.</p>

<p>Aos poucos, transformei minha cabe&ccedil;a. Voc&ecirc; n&atilde;o constr&oacute;i uma moradia sem fazer um alicerce, sem p&ocirc;r um tijolo por dia. Com a transforma&ccedil;&atilde;o de h&aacute;bito &eacute; a mesma coisa. Independentemente da sua idade, voc&ecirc; precisa se notar bem. Desafiei quem comentou que, aos quarenta, eu n&atilde;o necessitava me preocupar com o corpo.</p>

<p>Busquei a melhor maneira de acordo com a minha realidade. Em uma vasilha, bata os ovos e misture os outros ingredientes (por&eacute;m as raspas de lim&atilde;o). Coloque a massa numa f&ocirc;rma (vinte e dois cm de di&acirc;metro) de quiche lisa, pra n&atilde;o grudar, ou de silicone. Leve ao forno preaquecido a 180 &deg;C e asse at&eacute; dourar. Desenforme ap&oacute;s morno, polvilhe com o ado&ccedil;ante decore com as raspas de lim&atilde;o.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License